AMAZÔNIA BRASIL RÁDIO WEB

Cineasta brasileiro é indicado a prêmio do Sindicato dos Diretores de Hollywood

Marcel Plasse

O DGA Awards é considerado uma importante prévia do Oscar, pois, nos últimos 10 anos, a coincidência entre o prêmio do sindicato e o Oscar é de 90%. Foto: Reprodução
O DGA Awards é considerado uma importante prévia do Oscar, pois, nos últimos 10 anos, a coincidência entre o prêmio do sindicato e o Oscar é de 90%. Foto: Reprodução

O cineasta Fernando Coimbra foi indicado à primeira edição de um prêmio recém-criado pelo Sindicado dos Diretores dos EUA (DGA, na sigla em inglês). A associação, que reúne os grandes realizadores americanos, vai também passar a premiar, a partir deste ano, o Melhor Diretor Estreante, caso em que se enquadra o brasileiro com o ótimo thriller “O Lobo Atrás da Porta” – lançado nos EUA com o título “Wolf at the Door”.

Em sua primeira seleção de candidatos, a categoria mostrou inclinação internacional ao listar, ao lado de Coimbra, as estreias na direção do ator australiano Joel Edgerton (“O Presente”), do roteirista inglês Alex Garland (“Ex-Machina”), da atriz americana Marielle Heller (“The Diary of a Teenage Girl”) e do cineasta húngaro László Nemes (“O Filho de Saul”). Desse grupo, o favorito é o húngaro, premiado com o troféu de Melhor Filme Estrangeiro no Globo de Ouro, mas a indicação abre o mercado americano para Coimbra, que, inclusive, já dirigiu episódios da série “Narcos” e prepara sua estreia em Hollywood com o thriller “Sand Castle”.

A competição principal, por sua vez, será travada por profissionais bastante experientes, como Alejandro G. Iñarritu (por “O Regresso”), Adam McKay (“A Grande Aposta”), George Miller (“Mad Max: Estrada da Fúria”), Ridley Scott (“Perdido em Marte”) e o menos rodado Tom McCarthy (“Spotlight — Segredos Revelados”).

Apenas cinco poderiam ser indicados, mas não deixa de ser notável a ausência de Todd Haynes (“Carol”), Steven Spielberg (“Ponte dos Espiões”) e Quentin Tarantino (“Os Oito Odiados”).

O DGA Awards é considerado uma importante prévia do Oscar, pois, nos últimos 10 anos, a coincidência entre o prêmio do sindicato e o Oscar é de 90%. Somente a vitória de Ben Affleck por “Argo” em 2012 não foi seguida pela Academia. E por larga margem, já que Affleck sequer recebeu indicação ao Oscar na categoria. Em compensação, “Argo” venceu como Melhor Filme.

Na quarta (13/1), o sindicato anunciará os candidatos aos prêmios de direção televisiva. Todos os vitoriosos serão conhecidos em cerimônia marcada para o dia 6 de fevereiro, no hotel Hyatt Regency Century Plaza em Los Angeles.

Pipoca Moderna

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: