O livro “Libertando a vida – a revolução das mulheres” é lançado em Macapá

O PSOL AP, o Setorial de Mulheres do PSOL e Fundação Lauro Campos, lançam nesta sexta-feira (03), a primeira tradução do livro “Libertando a vida – a revolução das mulheres”, de Abdullah Öcalan, que trata da participação das mulheres curdas na luta pela independência de seu povo.

Kobane, no norte da Síria, foi palco da derrota do Estado Islâmico para as mulheres curdas que se armaram para reconquistar a cidade, em 2015. Desconstruindo a ideia de que mulheres do Oriente devem ser submissas aos maridos, as revolucionárias de Kobane demonstram resistência de um povo que sempre sofreu ataques externos e a ameaça de invasão.

Pelas mãos de  Abdullah Öcalan, o maior expoente movimento curdo na luta pela liberdade e autonomia, desenha-se um cenário de consolidação da sociedade patriarcal e da marginalização política das mulheres. No texto, ele discorre sobre aquilo que chama “jineologî”, a ciência das mulheres, e a imperativa tarefa da esquerda de promover instrumentos auto-organizados de mulheres nos partidos e no movimento social.
Na mesa do evento estará presente, Denise Simeão, que escreveu Prefácio do Livro e membro da Coordenação Nacional da Setorial de Mulheres do PSOL, Juliano Medeiros, presidente da Fundação Lauro Campos e Alzira Nogueira, Movimento de Mulheres, Coletivo Caboclas e NEAB (Núcleo de Estudos Afro-Brasileiro).

 

Data: 03 de Fevereiro
Hora: 18:30h
Local: Auditório da Fecomércio (Rua Eliézer Levi, 1097 – Centro, Macapá)

Deixe uma resposta