Educa

Famílias que moram em assentamentos de Macapá farão parte do CadÚnico

Educa

A Prefeitura de Macapá monta, juntamente com o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), um cronograma de inserção do Cadastro Único (CadÚnico) para as famílias que moram nos assentamentos de Macapá. A conversa foi iniciada nesta quarta-feira, 17, e tem como objetivo facilitar o acesso do público da reforma agrária no município ao conjunto de programas sociais implementado pelo Governo Federal.

As visitas foram marcadas para acontecer em fevereiro. Aproximadamente 12 assentamentos serão visitados. “Com este trabalho, não apenas auxiliaremos o Governo Federal na estruturação de políticas sociais importantes, mas, também, avançaremos no cumprimento de uma das nossas prioridades, que é acelerar o acesso de famílias assentadas a diversos programas fundamentais”, explicou o secretário de Assistência Social e do Trabalho, Lucas Abrahão.

“Muitas famílias assentadas não possuem renda. A gente espera que, com esse cadastro, essas famílias possam ter oportunidades”, declarou o superintendente do Incra no Amapá, Fábio Muniz. O CadÚnico é um instrumento lançado pelo Governo Federal para coletar dados e informações, visando identificar famílias de baixa renda e suas principais necessidades. A partir dessas informações é que são elaborados e desenvolvidos os programas e ações sociais implantados em todo o país.

Lilian Monteiro

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.