Banzeiro do Brilho-de-fogo retorna nesse final de semana com os ensaios

O projeto Banzeiro do Brilho-de-fogo dá início aos ensaios para o Cortejo de Verão neste final de semana, e divulga programação para o mês de junho. Os ensaios estão confirmados para toda sexta-feira e sábado, a partir dos dias 15 e 16, até 30, na praça Floriano Peixoto, às 19h. As inscrições para novos batuqueiros serão disponibilizadas nos ensaios. O Cortejo de Verão é feito todo ano no balneário de Fazendinha, coincidindo com as férias de julho e como atração para o público que prestigia o Macapá Verão.
Ensaio é festa
Os ensaios fazem parte da programação anual do projeto Banzeiro do Brilho-de-fogo, que sai em cortejo três vezes por ano, no aniversário de Macapá, em fevereiro, julho,  e em dezembro. Interativo e aberto para novos e antigos batuqueiros, nos ensaios a plateia é parte do cenário, e a praça Floriano Peixoto ganha um atrativo musical para todas as idades. Os ensaios acontecem semanas antes dos cortejos e são comandados pelo músico Paulinho Bastos, com o apoio dos instrutores, profissionais da música, que dispensam atenção para os aprendizes.
Oficinas e ensaios
O Banzeiro é uma iniciativa de produtores e artistas, que em 2014 tiraram o sonho do papel e iniciaram as oficinas no quilombo do Curiaú, de musicalização, confecção de instrumentos e de adereços para os cortejos. Tornou-se itinerante para atender pessoas que não tinham como participar das oficinas no Curiaú, e foi para as escolas, faculdades, praças, associações, áreas periféricas e grupos de teatro e culturais, de onde saíram os primeiros integrantes para os ensaios.
Cortejo
O cortejo é o desfecho dos ensaios, quando os batuqueiros, mulheres do Cordão das Açucenas e crianças do Jardim do Banzeiro desfilam nas ruas mostrando o resultado do trabalho do qual participam idosos, jovens e crianças. O objetivo do projeto é aproximar a população de todas as classes sociais e etárias da cultura amapaense através da arte e música, busca a valorização e reconhecimento com recursos como músicas regionais, roupas tradicionais, e instrumentos da cultura local, como tambores de marabaixo, chocalhos, e pandeiros de batuque. Estes elementos são utilizados por todos, que levam ainda adereços que identificam nossa cultura.
Os coordenadores Melissa Bastos,  Ricardo Iraguany, Alan Gomes e Paulinho Bastos e o coordenador geral Adelson Preto afirmam que este cortejo de Verão será um dos mais esperados pelo público, e com um número mais expressivo de participantes. “O projeto é bastante popularizado, bonito, colorido, um desfile em que a música, indumentárias e instrumentos da cultura amapaense são os atores principais, onde artistas e pessoas comuns, como funcionário público e estudantes tocam, cantam e dançam juntos. Neste verão muita gente vai querer participar do Cortejo de Verão, por isso pedimos a antecipação das inscrições por causa da nossa limitação de instrumentos’, disse Adelson Preto.
Mariléia Maciel

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.