Não tem jeito: para viver mais, você precisa praticar exercícios regularmente, segundo novo estudo

Ed Cara

A maioria das coisas em excesso pode fazer mal para a gente. No entanto, um novo estudo publicado no Jama Network Open sugere que se exercitar é uma exceção a isso. A pesquisa concluiu que qualquer nível de exercício cardiovascular — incluindo o praticado por atletas de elite — está relacionado com uma maior longevidade.

Não é segredo que se exercitar faz bem para nossa saúde, mas, recentemente, começaram a aparecer evidências de que atletas de elite e outras pessoas que se exercitavam muito poderiam apresentar risco maior de ter problemas no coração que uma pessoa média. As condições seriam batimento cardíaco irregular, artérias entupidas e válvulas cardíacas espessas. E essas condições poderiam, então, aumentar a possibilidade de um ataque cardíaco repentino em atletas ou causar outros problemas de coração.

Baseado nesta evidência, alguns pesquisadores teorizaram que os efeitos negativos dos exercícios seguem uma curva em U, onde pouco ou muito podem danificar o coração e reduzir nossa longevidade. Muitas dessas pesquisas, no entanto, eram baseadas em dados auto-reportados ou analisavam apenas os resultados à saúde em curto prazo, dizem os autores responsáveis pelo estudo atual.

Veja íntegra no Gizmodo

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.