Medo de não ser compreendida leva à demora da denúncia de abuso

Modo como mulher vai lidar com o trauma depende de sua capacidade de resiliência, que é formada pela qualidade das relações, segundo especialistas

Deborah Giannini

O medo de não ser compreendida leva à demora de denúncia de abuso, segundo os especialistas. E, não tomar uma atitude resolutiva, como fazer uma denúncia ou procurar ajuda de um psicólogo ou psiquiatra, pode acabar “perpetuando o abuso”, de acordo com o psiquiatra Luiz Cuschnir, do Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas de São Paulo.

“Tudo dependerá da segurança que ela sente de que esta atitude de se expor vai lhe trazer o benefício de vencer a vergonha”, explica.

A psiquiatra Carolina Hanna Chaim, do Hospital Sírio-Libanês, explica que a qualidade das relações, tanto com familiares quanto com os amigos, faz a diferença de como ela vai lidar com o trauma.

Veja mais no R7

Para adquirir o e-book "Fotografia da Amazônia" basta contactar o fotógrafo pelo WhatsApp no (96) 3333-4579. A coletânea está no valor de R$ 30.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: