Educa

Panela também interfere na alimentação saudável

Comida tem que ser gostosa e saudável. Em geral, nos preocupamos mais com a origem dos alimentos, o tipo e a quantidade de gordura. Dificilmente leva-se em consideração a panela usada. No entanto, isso tem a ver com a saúde. Durante a elaboração culinária, podem ocorrer interações entre os alimentos e os utensílios. A panela não-curada pode liberar níquel em quantidade tóxica à saúde.

São várias as matérias-primas empregadas na confecção, tanto artesanal quanto industrial, dos utensílios culinários: ferro, alumínio, inox, cerâmica, cobre, pedra, vidro, barro, entre outras. A preferência deve ter como base o tipo de alimento preparado, o tempo e a temperatura de contato e, ainda, as necessidades nutricionais de quem irá consumí-lo.

Parece complicado, mas pode se tornar mais simples tomando como referência algumas noções básicas sobre estes materiais:

Ferro

Devem ser reservadas para o preparo de ensopados, refogados e molhos. É ideal também para grelhados de filé e peito de frango. No caso de frituras, seu uso é desaconselhável, por favorecer a deterioração do óleo.

Alumínio

Embora a associação do excesso de alumínio a doenças seja destaque em muitos estudos, os níveis de toxicidade e perigo para o ser humano ainda permanecem obscuros. Os átomos de alumínio podem desencadear diferentes processos metabólicos associados a doenças do sistema esquelético, neurológico e hematológico (do sangue).

Veja mais no Cidadeverde

Dê sua opinião, não fique calado!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: