Educa

Criminosos se passam por funcionários da Caixa para aplicar golpe do saque do FGTS

Golpistas citam dados pessoais, informações sobre contas do trabalhador e até um valor aproximado a ser sacado, para que a proposta pareça verdadeira

Pollyanna Brêtas, da Agência O Globo

Criminosos estão se passando por funcionários da Caixa Econômica Federal para aplicar golpes, atraindo as vítimas com informações sobre o saque imediato de R$ 500 por conta vinculada do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). A promessa é de evitar filas e agilizar o atendimento, marcando supostamente o dia e a hora para a retirada do dinheiro. Os golpistas citam dados pessoais, informações sobre contas do trabalhador, número do Cartão Cidadão e até um valor aproximado a ser sacado, para que a proposta pareça verdadeira.

A Caixa ressalta que não envia mensagens sobre os saques das contas vinculadas do FGTS ou que solicitem senhas, dados ou informações pessoais dos trabalhadores. O banco orienta que os cidadãos busquem informações sobre o FGTS disponíveis em seus canais oficiais: pela internet, pelo endereço virtual sobre o FGTS, pelo App FGTS, pelo telefone 0800-724-2019 ou em suas agências.

A instituição financeira informa que não envia links, não solicita agendamento para atendimento presencial nem pede confirmação de dispositivo ou acesso à conta por e-mail, SMS ou WhatsApp.

A Caixa também orienta os clientes a sempre identificarem empregados e colaboradores das agências por meio dos crachás funcionais e a não aceitarem ajuda de pessoas não identificadas.

Via iBahia

Dê sua opinião, não fique calado!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: