AMAZÔNIA BRASIL RÁDIO WEB

Astrônomos descobrem exoplaneta extremamente parecido com a Terra

Vinicius Szafran

Kepler-1649c tem praticamente o mesmo tamanho de nosso planeta e está na zona habitável de seu sistema
Uma equipe internacional de astrônomos descobriu um novo exoplaneta muito parecido com a Terra. Seu tamanho é similar ao de nosso planeta, mas sua principal característica é a possibilidade de suportar água em estado líquido.

“Este intrigante e distante mundo nos dá ainda mais esperanças de que uma segunda Terra se esconde entre as estrelas, esperando para ser encontrada”, disse Thomas Zurbuchen, administrador associado da Diretoria de Missões Científicas da Nasa, em comunicado.

Veja também:

Macapá registra 303 casos confirmados de Covid-19 e 7 óbitos

Enem 2020: Cursinho preparatório disponibiliza conteúdo online

O Kepler-1649c, como foi chamado o exoplaneta, orbita uma estrela anã vermelha dentro da zona habitável de seu sistema. A zona habitável é uma distância na qual os planetas rochosos recebem radiação estelar o suficiente para permitir a existência de água líquida. O planeta recebe cerca de 75% da luz que a Terra recebe do Sol, e ambos são praticamente do mesmo tamanho.

Devido a tantas semelhanças, é um planeta distante com mais probabilidades de sustentar vida do que a maioria. Na realidade, é o exoplaneta mais parecido com a Terra – tanto em tamanho quanto em temperatura estimada – dentre os milhares de mundos descobertos pelo telescópio espacial Kepler, de acordo com os pesquisadores. O Kepler-1649c está a 300 anos-luz de distância de nós.

Veja mais no Olhar Digital

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: