Obesidade é uma doença complexa que exige acompanhamento especializado

Alimentação inadequada, vida sedentária e estresse são fatores de risco para o aumento do peso.

Rafael Coelho

Todos sabemos que a má escolha alimentar é fator de risco para obesidade e sobrepeso. Neste sentido também temos o sedentarismo e o estresse como fatores que aumentam as chances da elevação do peso. A obesidade é considerada doença crônica e deve ser tratada como qualquer outra patologia.

Os dados da última Pesquisa Nacional de Saúde indicam que seis em cada dez brasileiros apresentavam excesso de peso. Ou seja, 96 milhões de pessoas no país apresentam Índice de Massa Corporal (IMC) na faixa de sobrepeso ou obesidade. Caracterizada pelo acúmulo de gordura corporal, a obesidade pode acarretar graves problemas de saúde e levar até à morte.

Claro que existem pessoas geneticamente predispostas à obesidade ou por questões hormonais. Temos como exemplos: doenças da tireoide, menopausa e a andropausa. O obeso tem mais propensão a desenvolver diabetes, hipertensão, doenças cardiovasculares, renais, hepáticos e diversos problemas físicos, além da falta de libido. A obesidade também pode influenciar em fatores psicológicos, acarretando em depressão e diminuição da autoestima.

Veja mais no site Folha de Pernambuco

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: