Justiça do Amazonas decreta prisão de 205 pessoas por rebelião em presidio de Manaus

Educa

Maíra Heinen

A justiça do Amazonas decretou a prisão preventiva de duzentas e cinco pessoas que teriam envolvimento na morte de 56 detentos durante rebelião ocorrida em janeiro deste ano, no Compaj – Complexo Penitenciário Anísio Jobim, em Manaus.

A decisão acompanha parecer do Ministério Público do estado. Foi determinada a prisão e custódia nos presídios federais de segurança máxima de nove indiciados. Outros 159 encontram-se no sistema prisional amazonense em função de outros processos. E mais 37 estão foragidos.

Os nomes dos acusados não serão divulgados porque o processo tramita em segredo de justiça.

Em 1º de janeiro 4 unidades do sistema prisional da capital amazonense sofreram motins. No total, 60 detentos foram mortos. Houve fuga em massa de 2 presídios. 184 presos conseguiram escapar.

EBC

Amazônia Brasil Rádio Web ao vivo!

Dê sua opinião, não fique calado!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.