Telas pintadas a óleo farão parte da exposição do Museu do Negro

O Município de Macapá recebeu quatro telas pintadas a óleo na manhã desta sexta-feira, 5. As peças foram produzidas pelos artistas Egídio Gonçalves, Grimualdo Barbosa e Ecinildo Barbosa. Elas retratam a cultura do negro no Amapá, por meio do batuque, Marabaixo e afro-religiosidade. Todo material fez parte da exposição Negros e Negras do Amapá, durante as festividades da Consciência Negra, no Centro de Cultura Negra, em novembro do ano passado.

“Fizemos um pequeno investimento para a exposição na UNA, em contrapartida os artistas doaram as obras para o Museu do Negro. Essas telas só vêm enriquecer ainda mais o acervo do museu. O próximo passo é corrermos atrás de recursos federais para a construção da sede própria do museu, para atender melhor a população e ampliar o número de peças sobre a história do negro do nosso estado”, reforça o diretor-presidente do Instituto Municipal de Promoção da Igualdade Racial, Maykom Magalhães.

O artista Egídio Gonçalves destaca a relevância de disponibilizar as obras para a apreciação da sociedade amapaense. “Essa parceria vem desde a semana da Consciência Negra. Tivemos o patrocínio do Município e, cumprindo com parte do acordo, trouxemos essas telas para abrilhantar cada vez mais o Museu do Negro”.

O Museu do Negro funciona no Instituto Municipal de Promoção da Igualdade Racial, de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 14h às 18h, na Avenida General Osório, nº 365, 3º andar, sala 312, Laguinho.

Cliver Campos

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.