Governo Federal vai decretar estado de emergência social em Roraima

Por meio de uma Medida Provisória que será editada até esta sexta-feira (16), o Governo Federal vai declarar emergência social em Roraima. A decisão foi tomada depois de reuniões com o presidente Michel Temer e ministros, nesta quarta (14), no Palácio da Alvorada.

Com a medida, de acordo com ministro da Defesa, Raul Jungmann, as forças armadas passam a coordenar toda a ação do governo federal no Estado.

Roraima vai receber um reforço de mais de 100 militares na região, que vão atuar tanto na fronteira como em ajuda humanitária. O estado de Roraima vem sofrendo com a chegada em massa de venezuelanos, que fogem da crise política e econômica, e ainda por fome e falta de remédios no país vizinho.

Também serão criados mais postos de controle no Interior do Estado, e será ampliado o controle da fronteira na cidade de Pacaraima.

O ministro da Justiça Torquato Jardim explicou que o reforço nas fronteiras não tem como objetivo proibir a entrada de venezuelanos no Brasil, mas sim de identificar quem chegar.

O Ministério da Justiça e Segurança Pública informou também que enviou equipes da Força Nacional de Segurança Pública para Pacaraima. Os militares já estão no estado.

Com a medida, o governo começa a reforçar o policiamento preventivo na cidade. Desde 2016, a migração aumentou de forma significativa. Atualmente, só na capital Boa Vista, vivem cerca de 40 mil venezuelanos – 10% da população da cidade.

Também são destaques do Repórter Amazônia dessa quarta-feira, 14:

– Enchentes afetam pelo 15 mil pessoas no Pará

– Combate a violência é o tema da Campanha da Fraternidade desse ano

– Lista dos selecionados do ProUni está disponível na internet

EBC

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.