Thompson Flores não pressionou PF a manter Lula preso, diz TRF4

Fernando Garcel

O presidente do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), desembargador Thompson Flores, declarou que não houve pressão para que a Polícia Federal (PF) mantivesse o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva preso após o despacho do plantonista da 8ª Turma, desembargador Rogério Favreto, na manhã de 8 de julho, que havia concedido liberdade imediata ao atender um habeas corpus no processo em que Lula foi condenado na Operação Lava Jato a 12 anos e um mês de prisão.

Em nota, o TRF4 declara que Flores “informou à autoridade competente que despacharia nos minutos subsequentes, sem, em momento algum, dar alguma ordem por telefone”.

No último final de semana, o diretor-geral da PF, Rogério Galloro, relatou em entrevista os bastidores da prisão de Lula e as divergências entre os magistrados sobre a liberdade ou prisão do ex-presidente. De acordo com Galloro, ele recebeu ligações da procuradora-geral da República Raquel Dodge, que estaria protocolando no Superior Tribunal de Justiça (STJ) contra a soltura, e do presidente do TRF4 que determinou que Lula não fosse solto.

Veja mais no Paraná Portal

Para adquirir o e-book "Fotografia da Amazônia" basta contactar o fotógrafo pelo WhatsApp no (96) 3333-4579. A coletânea está no valor de R$ 30.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: