Educa

Turismo gastronômico: 11 destinos “diferentões” indicados por viajantes

Pesquisa indica que 40% dos viajantes brasileiros pretendem fazer uma viagem com foco na gastronomia, e muitos lugares são ideais para isso

Viajar, independentemente se o turista busca aventura, tranquilidade ou conhecer famosos pontos turísticos , sempre é uma experiência única, e uma das melhores formas de mergulhar na cultura local de um destino é explorando a culinária local. Uma pesquisa realizada pela plataforma de viagens Booking.com revela que 40% dos viajantes brasileiros afirmam que farão uma viagem focada no turismo gastronômico ainda em 2018.

A grande questão é que, quando se pensa em turismo gastronômico , é comum cair em clichês, como lembrar da Bélgica pelos chocolates, dos Estados Unidos pelos hambúrgueres, do Japão pelo sushi ou da Itália pelas massas. Todos esses destinos têm seus encantos, mas há muitos outros lugares que contam com deliciosas e diferentes iguarias para comer e beber.

Para te ajudar a embarcar em uma viagem gastronômica não convencional, confira os destinos que, segundo as recomendações feitas pelos usuários da Booking.com, estão se tornando fortes tendências nesse ramo turístico.

1. Relaxe tomando vinho em Szekszard, Hungria

Os amantes de vinho provavelmente já ouviram falar de Napa Valley, uma famosa vinícola que fica nos Estados Unidos e atrai vários turistas que apreciam essa bebida. Porém, a cidade de Szekszárd, na Hungria, é considerada por inúmeros viajantes como um dos melhores lugares para beber um bom vinho. A região está entre as mais antigas da Hungria que produzem vinho tinto, tendo versões mais encorpadas e até com especiarias. A qualidade dos vinhos de lá é tão boa que Szekszárd já ganhos muitos prêmios nacionais e internacionais.

2. Brinde com cerveja em Qingdao, China

A região é conhecida por ser uma cidade costeira com arranha-céus, parques e praias. Fora isso, Qingdao abriga a segunda maior cervejaria da China, que se chama Tsingtao Brewery e foi fundada em 1903 por colonizadores alemães. O turista pode conhecer melhor a história da empresa no Tsingtao Beer Museum, um museu que fica em uma rua que propositalmente leva o nome de Beer Street (Rua da Cerveja).

No destino, também acontece um grande evento no mês de agosto, o Qingdao International Beer, que segue os moldes da Oktoberfest da Alemanha. O evento é regado à diversão, e o visitante é convidado a virar o copo a cada grito de “gan bei”, que significa “saúde” em chinês.

3. Tome um chá da tarde em Bath, União Europeia

Tomar o chá da tarde é uma antiga tradição inglesa que permanece popular desde a época georgiana, e a região de Bath é uma das mais recomendadas pelos viajantes para viver essa clássica tradição. O costume de apreciar um chá acompanhado de outras delícias – como pequenos sanduíches, scones com creme de natas e geleia e bolinhos doces – surgiu em 1840 como forma de enganar a fome até chegar a hora do jantar.

Além do chá da tarde, outra dica é conhecer o restaurante The Pump Room, que por mais de dois séculos foi visto como o coração social da cidade.

Saiba mais no Turismo – iG

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.