AMAZÔNIA BRASIL RÁDIO WEB

Luiz Fux determina prisão de Cesare Battisti

Ministro autorizou que a Interpol prenda o italiano. Ele foi condenado na Itália por 4 assassinatos na década de 1970

O ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou na noite desta quinta-feira, 13, a prisão do italiano Cesare Battisti, condenado na Itália por quatro assassinatos na década de 1970, quando integrava a organização Proletários Armados pelo Comunismo (PAC). Ele chegou ao Brasil em 2004. Segundo o Jornal Nacional, da TV Globo, Fux determinou que a Interpol prenda Battisti, que atualmente vive em Cananeia, litoral de São Paulo.

Em novembro de 2009, o plenário do STF havia autorizado a extradição do ex-militante de esquerda, pedida pelo país europeu. No último dia de seu mandato, em 31 de dezembro de 2010, no entanto, o então presidente Luiz Inácio Lula da Silva autorizou Cesare Battisti a ficar no país e negou a extradição.

Na decisão, segundo o Jornal Nacional, Luiz Fux entendeu que, como o STF havia determinado que Battisti fosse extraditado, o asilo pode ser revisto por outro presidente da República. Tanto o presidente Michel Temer quanto o futuro ocupante do Palácio do Planalto, Jair Bolsonaro, que toma posse em janeiro, já demonstraram a intenção de mandar Cesare Battisti de volta à Itália. Ele teve um filho com uma brasileira.

Saiba mais no site da Veja

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: