Educa

UEPA: Doutorado em Ensino da Saúde é aprovado pela Capes

Primeira turma deve ofertar 10 vagas; edital está previsto para fevereiro de 2019

O Programa de Pós-Graduação em Ensino da Saúde na Amazônia, da Universidade do Estado do Pará (UEPA), tem motivos para comemorar: o doutorado foi aprovado pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes). O projeto foi submetido à entidade, para avaliação e recebeu nota 4. A pontuação máxima possível é 5.

Com a aprovação do projeto, a seleção da primeira turma de doutorandos deve iniciar em fevereiro de 2019, com a divulgação do edital. Estão previstas 10 vagas. Podem concorrer profissionais que atuem na área de saúde e trabalhem com a docência. Estão habilitados a participar da seleção, de acordo com a UEPA, professores, supervisores de estágio, preceptores de residência médica e multiprofissional.

O futuro doutor em Ensino da Saúde será formado em caráter profissional, e não acadêmico, pelo Centro de Ciências Biológicas da universidade. Segundo a instituição, há cerca de dois anos os docentes do programa estruturavam o projeto. Para a Amazônia, a formação “implica desenvolvimento da região e melhorias na captação de recursos, na produção científica, técnica, tecnológica e inovação”.

O doutorado profissional “promove pesquisas e produtos relacionados ao mundo do trabalho na área da saúde, gerando oportunidade e melhorias nas práticas e, consequentemente, na vida das pessoas da comunidade”, sinaliza a UEPA.

Especialização | Docência na Área da Saúde

Ensinar é o sonho de diversos profissionais que atuam com as ciências da saúde. Profissionais que possuem o ensino superior podem buscar a especialização em Docência na Área da Saúde e contratar a bolsa de estudo do Educa Mais Brasil.

O programa educacional, que é o maior do país, concede desconto de até 50% para a pós-graduação em diversas regiões do Brasil. No ensino superior, que inclui também a graduação, são mais de 400 mil bolsas disponíveis. Saiba mais no site do Educa Mais.

Ascom Educa Mais Brasil

Dê sua opinião, não fique calado!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: