Educa

Em estado de alerta, Madeira já ultrapassou os 16 metros em Porto Velho

O Rio Madeira, em Rondônia, continua em estado de alerta e já ultrapassou os 16 metros e 20 centímetros na capital Porto Velho, onde já existem 16 famílias desalojadas e outras sete abrigadas em barracas no distrito de Nova Mutum. O governo de Rondônia pode decretar estado de emergência ou calamidade pública caso o rio ultrapasse os 17 metros.

A Secretaria Municipal de Assistência Social e da Família de Porto Velho já solicitou a estrutura de três ginásios para serem instalados abrigos em barracas, banheiros químicos e cozinha externa. E já tem a garantia de dez comunidades da igreja Católica para abrigar 25 famílias.

O município já conta com mil cestas básicas e pode solicitar ajuda do governo do estado caso o nível do Madeira ultrapasse os 17 metros.

A expectativa é que essa medição chegue até a segunda quinzena do mês de março.

Para não deixar a capital desabastecida de combustível e outros produtos, como ocorreu na cheia de 2014, a Defesa Civil já estuda a possibilidade de realizar o transporte utilizando o acesso de uma área da Infraero.

Além da capital, a Secretaria de Assistência Social também se prepara para atender outros municípios atingidos pela cheia, a exemplo de Guajará-Mirim, que corre o risco de ficar isolado.

EBC

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.