Educa

30 mortes causadas pelo vírus da gripe são registradas no Amazonas

O último boletim da Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas aponta 24 mortes por Influenza A H1N1; e outras 5 mortes pelo Vírus Sincicial Respiratório, a maioria na capital Manaus.

Há também o registro de uma morte na cidade por influenza tipo 3.

Até o momento, já foram notificados 475 casos da síndrome gripal grave no estado, sendo 91 positivos para a gripe H1N1 e 55 para o Vírus Sincicial Respiratório, que afeta mais crianças e recém-nascidos.

Segundo a FVS, 80% dos pacientes que morreram apresentavam fatores de risco, como diabetes, obesidade e doenças que afetam os nervos, o coração e os pulmões.

A diretora-presidente da Fundação de Vigilância em Saúde, Rosemary Costa Pinto, explica que os vírus circulam mais intensamente, neste ano, na região norte do país e em países do hemisfério norte.

Além disso, o Amazonas atualmente está no inverno amazônico, período de muitas chuvas na região.

Rosemary orienta a população a procurar uma unidade de saúde mais próxima, em caso de uma gripe mais forte, com sintomas como febre, tosse, dor de garganta e falta de ar.

Alguns cuidados também devem ser tomados para evitar a contaminação.

No dia 27 de fevereiro, o Governo do Amazonas decretou situação de emergência na Saúde devido ao aumento de casos e mortes por síndromes gripais graves.

EBC

Dê sua opinião, não fique calado!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: