AMAZÔNIA BRASIL RÁDIO WEB

Educação no isolamento social se torna oportunidade de aprendizado para qualquer idade

Alex Paiva (*)

Escola, trabalho e lazer estão no mesmo endereço desde a adoção do distanciamento social para a contenção da covid-19. Compartilhar o mesmo espaço para diferentes atividades tem sido desafiador para muitas famílias, mas aos poucos se revela também uma oportunidade importante para aprender. As aulas on-line das crianças têm requisitado uma maior participação dos familiares e proporcionado momentos de aprendizagem ampliada. Ou seja, o estudo alcança todos que ali convivem ao gerar ricas oportunidades de troca de experiência entre os membros da família.

O acompanhamento das atividades escolares está ampliando o alcance dos conteúdos porque muitos pais estão “reaprendendo” as disciplinas junto aos seus filhos e descobrindo novas abordagens e conceitos oferecidos pela escola. A partir das atividades interdisciplinares apoiadas na metodologia STEAM um trabalho de pesquisa sobre vulcões italianos, por exemplo, pode trazer conhecimentos de Ciências da Natureza, Matemática e Ciências Humanas, além do contato com as palavras do idioma daquele país. A metodologia STEAM – acrônimo em inglês para as disciplinas Ciências, Tecnologia, Engenharia, Artes e Matemática – propõe a integração desses saberes baseada em projetos. Tem o objetivo de formar pessoas com conhecimentos diversos, desenvolver valores juntamente com os temas abordados e preparar alunos e cidadãos para os desafios do futuro.

Ao lado da metodologia, as aulas de robótica e programação estimulam o pensamento científico e inventivo. Formam um conjunto de abordagens mais moderno e um modo de educação muito diferente daquele que pais, tios e avós tiveram em outro momento. Torna algo interessante e acaba por ampliar e estender seu alcance por instigar a curiosidade e o interesse em aprofundar-se nos tópicos propostos pelo professor. Daí perceber que este momento de isolamento social pode ser uma oportunidade de recuperação e contato com assuntos diversos, independentemente da idade. Um exemplo de iniciativa é implementado pela LEGO Education, solução de aprendizado representada no Brasil pela unidade de tecnologias educacionais da Positivo Tecnologia. Por meio da LEGO Education Academy, uma das precursoras do movimento STEAM no mundo, está utilizando o período de quarentena para capacitar professores de diversas partes do mundo em robótica educacional.  Em workshops on-line, estimula o desenvolvimento das habilidades de linguagem de programação, pensamento computacional e análise crítica. Iniciativas em países como o Brasil, China, Argentina, Espanha e Polônia são destaques no âmbito do STEAM e fazem com que as atividades em casa sejam mais ricas e divertidas.

A troca de experiências e vivências entre professores, alunos e pais nesta fase de isolamento social fortalece o contexto educacional doméstico. Relatos e comentários dos estudantes em diferentes anos e níveis do ensino somados às vivências de docentes e demais membros da família contribuem para aprofundar os saberes e aproximar pessoas. Um movimento natural e muito interessante de reconexão e compartilhamento gerado na quarentena é o da videochamada.  Ligar para o avô a fim de perguntar sobre algum aspecto de um fato histórico, questionar o tio do interior sobre os animais da fazenda ou cultivo de vegetais e dividir com amigos uma descoberta são ações que alimentam o efeito cascata do conhecimento e estimula a aprendizado pela vivência. As aulas em casa geram oportunidades para tornar o período de distanciamento social mais construtivo, principalmente com a adoção de tecnologias educacionais. Soluções como blocos educativos de montar, placas de robótica ou plataformas adaptativas de ensino contribuírem para a consolidação da Educação 4.0 mesmo a distância e estimulam o processo de aprendizagem para as demandas do futuro.

(*) Alex Paiva é gerente de Novos Produtos da unidade de tecnologias educacionais da Positivo Tecnologia.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: