SOS Bailique: Prefeitura de Macapá envia 117 mil litros de água potável às comunidades

O prefeito Dr. Furlan decretou situação de emergência e a ajuda humanitária começou a ser embarcada na última sexta-feira.

A Prefeitura de Macapá enviou até esta terça-feira (19) 13,1 mil fardos de água potável às comunidades do arquipélago do Bailique, que sofrem com o avanço da água salgada do oceano sobre o rio que passa pelo distrito. As medidas de emergência começaram a ser executadas na quarta-feira (13) com a criação de uma frente de trabalho liderada pelas secretarias municipais de Mobilização e Assistência Social.

Os primeiros embarques da ajuda humanitária começaram na sexta-feira (15), após a assinatura do decreto municipal nº 5.540 que declarou situação de emergência no Bailique. Servidores da Prefeitura iniciaram uma força-tarefa para o carregamento das embarcações no Canal do Jandiá. Até esta terça-feira, mais de 117 mil litros já foram enviados e localidades da região norte do arquipélago são as primeiras contempladas.

O Bailique fica a 180 quilômetros da cidade e a viagem é feita de barco, com duração de 12 horas, em média. 

SOS Bailique

Diante da emergência instalada, a Secretaria de Mobilização e Participação Popular iniciou também uma campanha para doação de água que será enviada junto com os carregamentos do Executivo Municipal.

Os interessados em ajudar podem entregar água mineral na própria secretaria, que fica localizada no prédio da Prefeitura de Macapá, na Avenida FAB. O ponto de coleta funciona 24h.

“Este é um trabalho ininterrupto e estamos empenhados em enviar ajuda aos macapaenses que moram no Bailique e sofrem com a água salgada, que se torna imprópria para o consumo. Além dos mais de 117 mil litros enviados pela gestão, contamos com a solidariedade da população em nossa campanha de arrecadação de água”, destacou o prefeito de Macapá, Dr. Furlan.

Secretaria Municipal de Comunicação Social 

Para adquirir o e-book "Fotografia da Amazônia" basta contactar o fotógrafo pelo WhatsApp no (96) 3333-4579. A coletânea está no valor de R$ 30.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: