Apresentação de batuque mirim e pluralidade em sala de aula dão início ao V Encontro do OIIIIPe

O V Encontro do Observatório Internacional de Inclusão, Interculturalidade e Inovação Pedagógica (OIIIIPe) teve início na quarta-feira, 9, com cerimônia de abertura e apresentações lúdicas no Teatro das Bacabeiras. Essa é a primeira vez que o OIIIIPe vem para Macapá. A realização do evento é uma parceria entre as universidades Federal e do Estado do Amapá, junto com a Prefeitura de Macapá e demais órgãos. O evento contou com a participação de aproximadamente 700 inscritos.

 

Na abertura do evento, a apresentação do grupo de Batuque Mirim Som do Coração, da Escola Municipal Goiás. As crianças deram um show cantando e dançando no palco, dando início ao encontro que irá reunir ciência, debate e oficinas de capacitação para professores da rede pública de ensino até 11 de maio. O OIIIIPe foi fundado em 2015 e é integrado por 27 universidades públicas de sete países diferentes, os pesquisadores do grupo têm discussões voltadas para a diversidade, seja em sala de aula ou no meio social como um todo, destacando a pluralidade cultural, ética, racial, sexual, entre outras que integram os desafios atuais para professores e os sistemas educacionais.

 

A subsecretária municipal de Educação, Francisca Antônia Oliveira, compôs a mesa de abertura da cerimônia, reforçando os motivos da importância de Macapá estar sediando o encontro, além da oportunidade única de contato entre educadores e estudantes locais com nomes nacionais e internacionais da área pedagógica acadêmica. “É uma oportunidade ímpar para todos nós, profissionais, e, principalmente, para aqueles que estão diariamente nas escolas, com a ação continuada e oportunizando conhecimentos. Este é o momento de fazermos uma reflexão sobre o que é inclusão, o que realmente estamos incluindo, como fazemos isso e o nosso papel neste processo. É uma forma de oportunizar ao cidadão e valorizar a pluralidade da nossa comunidade”, reforçou.

 

A equipe da Semed também falou durante o evento, apresentando os projetos inclusivos desenvolvidos pela prefeitura na área educacional e reforçando o compromisso com o respeito à diversidade e pluralidade dentro das escolas macapaenses. O evento também proporcionará capacitação para professores das redes públicas municipal e estadual, tudo por meio do resultado da parceria entre os pesquisadores dentro do Observatório.

 

Rafaela Bittencourt

Deixe uma resposta