Educa

Dia dos Professores: resistência em prol da educação

Profissionais pedem reflexão sobre a valorização neste Dia dos Professores. Mestres seguem educando motivados pela paixão

Mirella Araújo

O Dia dos Professores é celebrado nesta segunda-feira (15) com um exercício importante para todos: a reflexão sobre a valorização do profissional que dedica sua vida a educação. São professores que todos os dias buscam transmitir o conhecimento de diversas formas a fim de que os estudantes compreendam as disciplinas e possam projetar um futuro melhor para suas vidas. Enquanto a formação por novos professores entra em declínio nos últimos anos, aqueles que resistem demonstram verdadeira paixão e vocação pelo que fazem. “Todo profissional passa pelas minhas mãos, sou exemplo de amor à educação.”

É assim que começa a música “Aluno e Professor”, composta por Luciano França, que há 23 anos é professor de Português (do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental) e Literatura (do 1º ao 3º ano do Ensino Médio), e busca reinventar suas aulas por meio da música. Conhecido como “Professor do Violão”, o educador tem três cds gravados com canções feitas especialmente para temas ligados às suas disciplinas. “São pequenas músicas que uso em sala de aula, porque os estudantes têm dificuldade em se concentrar. Com essa experiência comecei a perceber que eles passaram a gostar mais das matérias e entender melhor o conteúdo.”

A fuga pelo modelo de aula tradicional não é só uma ferramenta para atrair os alunos, mas uma forma de reinventar a profissão que tem sido tão desvalorizada nos últimos anos. Pelo menos esse é o cenário que cada professor, entrevistado pela reportagem, ao falar do amor pelo que faz, termina pontuando quando questionado sobre os desafios da educação. “Desde criança tracei que seria professor. Trabalho nos três turnos e é uma profissão difícil, existe uma desvalorização muito grande da sociedade e do poder público. Todos passam pelas mãos dos professores, mas na hora de valorizar, eles esquecem”, critica França.

Saiba mais no Folha de Pernambuco

Dê sua opinião, não fique calado!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: