Saiba como driblar a infelicidade no trabalho

Nove em cada 10 brasileiros estão infelizes no atual trabalho. Para mudar, descubra dicas básicas para procurar e trocar de emprego

Você sabia que nove em cada 10 brasileiros estão infelizes no seu atual trabalho? Dado apurado pela Survey Monkey, companhia de desenvolvimento de pesquisas on-line, traz uma importante reflexão sobre como está a relação entre empresas, funcionários e seus ambientes de trabalho.

Se, por um lado, as companhias esperam um alto desempenho e produtividade de seus empregados, por outro lado, os trabalhadores buscam ser mais reconhecidos e realizados com o que fazem, por uma remuneração adequada e com mais qualidade de vida.

Com base em diferentes expectativas, como podemos equilibrar essa equação?

“Apontar um culpado para tamanho descontentamento é uma questão delicada, uma vez que ambas as partes podem cometer erros e acertos. E, talvez seja isso o que muitos se esquecem ao contratar alguém ou começar um novo emprego. Empresas e funcionários são responsáveis pela felicidade ou pelo sucesso do negócio, sim”, destaca Mylena Cuenca, administradora de empresas e headhunter na Trend Recruitment, consultoria boutique de recrutamento e seleção para marketing e vendas.

Mylena Cuenca diz que toda empresa tem uma cultura e uma forma de organização interna, mas “muitos candidatos falham ao deixarem de pesquisar sobre isso antes de se candidatar a uma vaga. Mas, como você sabe que tipo de cultura e empresa você vai entrar?”

Para ajudar, Mylena Cuenca dá dicas básicas de quando se procura ou troca de emprego:

1) Pesquise sobre a empresa: Qual a cultura? Que tipo de produto ou serviço essa empresa tem? Olhando de forma geral, eu me identifico com ela?

2) Como está a avaliação da empresa no mercado de acordo com os profissionais que passaram por ela? Dê uma olhada sobre o que os ex e/ou atuais funcionários falam sobre a empresa em sites como Glassdor ou Lovemondays.

3) Procure ler sobre a empresa em publicações de negócios que saíram na mídia, em diferentes veículos. Existem vários artigos, revistas e publicações sobre carreira e empresas.

4) Seja questionador e faça perguntas durante a entrevista para que entenda exatamente onde está entrando e qual tipo de expectativa você pode ter. Estou entrando em um ambiente startup ou em um ambiente mais conservador?

Veja mais no Estado de Minas

Para adquirir o e-book "Fotografia da Amazônia" basta contactar o fotógrafo pelo WhatsApp no (96) 3333-4579. A coletânea está no valor de R$ 30.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: