AMAZÔNIA BRASIL RÁDIO WEB

Em Roraima desmatamento avança na maior área de floresta intacta

Desmatamento teve altas de 279% entre agosto de 2018 e julho de 2019 no estado do norte brasileiro

 Roraima, a última grande fronteira agropecuária da Amazônia, foi o estado que mais avançou o ritmo de desmatamento em 2019. Até então, a área era a única com a maior parte da sua floresta intacta. As informações são do UOL.

A exploração de madeireiros, a grilagem, ou até as ações “legais” como a plantação de soja e a criação de gado, são os responsáveis pela alta de 279% no desmatamento entre agosto de 2018 e julho de 2019, no estado do norte brasileiro.

Veja também:

Veja as dicas para um carnaval saudável e seguro

PEC propõe que União passe a investir mais em educação básica até 2026

O levantamento do Projeto de Monitoramento do Desmatamento na Amazônia Legal por Satélite (Prodes), do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), relava que 617 km² de floresta foi desmatada no período, com concentração nos municípios de Caracaraí, Cantá, Rorainópolis, Mucajaí e Iracema. Esta é a maior alta já registrada no estado desde 2004 .

A reportagem do UOL destaca que a situação é o reflexo de “uma série de problemas sociais”, como a violência e alta migração de venezuelanos. No estado, quase 65% de seu território é protegido por ser terra indígena (TI) ou unidades de conservação (UC), já o restante do percentual são de áreas sujeitas ao desmatamento.

Veja mais no Jornal GGN

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: