Hackers da Coreia do Norte tentam roubar vacina contra covid-19, segundo Coreia do Sul

Hackers norte-coreanos tentaram invadir os sistemas da gigante farmacêutica Pfizer para encontrar informações sobre a vacina e tratamentos contra o novo coronavírus, informaram nesta terça-feira (16) meios de comunicação, citando a inteligência sul-coreana.

O Serviço Nacional de Inteligência (NIS) “nos informou que a Coreia do Norte tentou obter tecnologias incluindo a vacina e tratamentos contra a covid por meio de um ataque cibernético para hackear a Pfizer”, declarou a repórteres o deputado Ha Tae-keung.

Pyongyang foi o primeiro país do mundo a fechar suas fronteiras no final de janeiro de 2020 na tentativa de se proteger da pandemia que surgiu em dezembro de 2019 na vizinha China e que desde então se espalhou por todo o planeta, matando mais de 2 milhões de pessoas.

Veja também:
Covid-19 pode ser classificada como doença ocupacional? Nota técnica explica
Literatura: O sonho azul
Vacina Pfizer é 94% eficaz de acordo com estudo israelense

O líder norte-coreano, Kim Jong Un, garantiu que seu país não teve nenhum caso de contaminação por coronavírus, mas especialistas acreditam que a alegação é improvável, visto que a vizinha China é o principal parceiro comercial e apoio de Pyongyang.

O fechamento das fronteiras aumentou a pressão sobre a economia norte-coreana, já sujeita a sanções internacionais devido ao programa nuclear e balístico desenvolvido pelo regime.

Veja mais no R7

Para adquirir o e-book "Fotografia da Amazônia" basta contactar o fotógrafo pelo WhatsApp no (96) 3333-4579. A coletânea está no valor de R$ 30.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: